quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Ressaca do carnaval com o MicroTrio



Que tal uma dose dupla para curar a ressaca do carnaval? É isso que a Varanda do SESI no Rio Vermelho está propondo para o próximo sábado, dia 17 de fevereiro, quando recebe o MicroTrio de Ivan Huol e a Banda Limusine para uma grande festa com o melhor da música brasileira das últimas décadas, seja com um repertório carnavalesco ou com os hits da Jovem Guarda. A festa, portanto, é um verdadeiro passeio musical que resgata a alegria presente na música nacional – e em especial, na baiana – desde os anos 1960 até hoje. A abertura contará ainda com um pocket show da multiartista Lindete Souza, às 22h. O couvert artístico é R$ 30,00. 

Ivan Huol está todo feliz porque vai voltar a tocar e cantar nesse sábado! Foto Lígia Rizério.
Atriz, dançarina e cantora (integra o Coral do Mosteiro de São Bento e o curso de extensão de música da UFBA), Lindete Souza é quem vai abrir a noite, numa participação especial onde interpreta versões de marchinhas de carnaval das suas lembranças de infância. Sua apresentação performática será a deixa para a chegada de Ivan Huol (bateria e vocal), Cinho Damata (voz e violão), Sérgio Albuquerque (guitarra baiana) e Ivan Bastos (baixo e vocal), que mostrarão o porquê do MicroTrio de Ivan Huol ser uma das atrações mais inusitadas do carnaval baiano. O show traz músicas de muitos carnavais, com o que houve e o que há de mais inspirado nos últimos 50 anos, além de composições 100% autorais, cheias de humor e picardia. Mas oferece também frevos, reggaes, marchinhas, pop-rock nacional e internacional, baladas, MPB, sambas, forró e o que mais for necessário para adicionar alegria e experimentações musicais aos ouvidos e corações de quem aparecer. Tudo devidamente traduzido para o som da guitarra baiana de Sérgio Albuquerque, um dos mais virtuosos em sua área.


Em seguida será a vez da Banda Limusine subir ao palco, com os atores/cantores Diogo Lopes Filho e Morgana Dávila num show dançante embalado por sucessos que se tornaram conhecidas nas vozes de cantores como Diana, Roberto Carlos, Celi Campelo e Perla. O show joga o foco para os sucessos nacionais do final dos anos 1960 – e que reinaram até o final da década seguinte, ajudando vários artistas a saírem do anonimato e se tornarem grandes vendedores de discos. Sucessos como "Porque brigamos" (com Diana), "Domingo feliz" (com Ângelo Máximo) e "Beijinho doce" (com Nalva Aguiar) estão no repertório, instigando o público a cantar e dançar junto com a banda. Essa combinação é a receita infalível do grupo para levar ao palco o humor e a carga dramática inspirada por cada uma das canções interpretadas.



O MIcrotrio na Mudança do Garcia

Em 2018, a segunda-feira (12/02) do MicroTrio de Ivan Huol foi na Mudança do Garcia, o tradicional cortejo (aberto a todos) que há muitas décadas mistura protesto e irreverência com várias entidades para lotar as ruas do bairro do Garcia, em Salvador, em direção ao Circuito do Campo Grande. Tudo de forma pacífica, o que faz da Mudança um dos momentos mais expressivos do carnaval baiano.

Ivan Huol e Juliana Ribeiro antes do MicroTrio começar a tocar na Mudança do Garcia. Foto Lígia Rizério.
Com patrocínio do Governo do Estado da Bahia, através da Bahiagás, o “protesto em forma de folia” do MicroTrio foi abraçando a campanha Respeita as Mina, criada com o objetivo de engajar e sensibilizar a população para a importância da luta contra a violência às mulheres, buscando o fortalecimento da rede de atenção e também a conscientização da população em geral para as graves consequências do machismo.

Ivan Bastos e CInho Damatta na Mudança do Garcia. Foto Lígia Rizério.
O músico Ivan Huol compôs especialmente para a saída do último dia 12 uma música intitulada "Respeita as Mina", um samba de roda que gerou ótima interação com o público em sua estreia na Mudança do Garcia:

Respeita as Mina
Respeita as Mina
Respeita as Mina, Respeita as Mina
Respeita as Mina (bis)

Mandar um beijinho?        Pode!
Falar com carinho?            Pode!
Mas faltar com o respeito?  Não pode, não pode, não pode, não pode!!

Piscadela de olho?            Pode!
Um chaveco gostoso?       Pode!
Mas puxar os cabelos?      Não pode, não pode, não pode, não pode!!
(refrão)

Se é consentido, faz sentido!
Se é consensual, não faz mal!
Mas se for baixo-astral, na moral, isso não é legal!!

Paquera?      Pode!
Assédio?       Não pode!
Na boa?        Pode!
Na força?      Não pode!!
Olhar?           Pode ser...
Constranger?  Ó, você....
Não é não, podes crer!...........(refão)

Mandar um beijinho?       Pode!
Falar com carinho?           Pode!
Piscadela de olho?            Pode!
Chaveco gostoso?            Pode!
Mandar uma paquera?       Pode!
Um fiu-fiu da janela?        Pode!
A mão-boba em lá-ela?!!    Não pode, não pode, não pode, não pode!!!



Sérgio Albuquerque e sua guitarra baiana tocaram pela campanha Respeita as Mina. Foto Lígia Rizério.
Centenas de foliões compareceram ao desfile no centro da cidade. O MicroTrio entrou na proposta de irreverência da Mudança do Garcia e levou o quarteto principal da banda – formada pelos músicos Cinho Damatta (voz e violão), Ivan Bastos (baixo e vocal), Ivan Huol (bateria e voz) e Sérgio Albuquerque (guitarra baiana) – ao lado da cantora Juliana Ribeiro, que soltou a voz com o quarteto. Durante o dia as cantoras Ana Paula Albuquerque e Ione Papas também chegaram junto para uma homenagem especial ao cantor e compositor Riachão, que ouviu - e aprovou - a interpretação das nossas "minas" de sua música "Somente Ela".

Para quem não sabe, o circuito "Mudança do Garcia" foi oficializado como Circuito Riachão desde 2015. O nome é uma homenagem ao sambista soteropolitano nascido no bairro do Garcia.

A irreverência é uma das marcas da Mudança do Garcia. Foto Lígia Rizério.
O humor também esteve presente no repertório autoral do MicroTrio, com canções cheias de críticas e irreverência. O resultado foi que o grupo atraiu um pequena multidão nas ruas estreitas do bairro – uma multidão, aliás, que não se dispersou nem durante a chuva que caiu durante o percurso.

Confira algumas fotos do desfile (crédito Lígia Rizério):

Ana Paula Albuquerque foi uma das belas vozes do circuito Riachão. Foto Lígia Rizério.

Juliana Ribeiro em foto de Lígia Rizério.

 
Foto Lígia Rizério.
A irreverência é uma das marcas da Mudança do Garcia. Foto Lígia Rizério.
Foto Lígia Rizério.

Ione Papas no MicroTrio. Foto Lígia Rizério.
Ivan Huol levouseu humor para a Mudança do Garcia. Foto Lígia Rizério.
Foto Lígia Rizério.

Um carnaval emocionante!



Quem diz o que pode (te) tocar no carnaval da Bahia? Quem determina aquele momento especial de catarse que nos alimenta ao longo do ano? Quem consegue prever o som que vai nos fazer sorrir, chorar ou beijar, marcando de vez nossa carne de carnaval?

Todas essas questões podem aparecer na cabeça de quem sai no MicroTrio de Ivan Huol nas ruas de Salvador, já que, definitivamente, a experiência causada pelo nosso grande carro diminuto foge a todas as regras, lógicas e expectativas do mercado de carnaval. 

Ivan Bastos vestiu-se de música para a terça do MicroTrio! Foto Will Recarey.
Nossa saída de terça-feira (13/02), com patrocínio do Governo do Estado da Bahia, Secretaria de Cultura e Centro de Culturas Populares e Identitárias, mostrou mais uma vez que o carnaval do MicroTrio emociona e mostra na prática a construção de uma história bonita no carnaval de Salvador. Um carnaval, inclusive, que está fazendo muita gente começar a pôr em prática o poder do que o MicroTrio vem fazendo há 21 anos: criar novas possibilidades de relações com a experiência da festa, a partir de nossas memórias, nossos desejos e nossas potências.



 Mas vamos ao começo daquele dia: quem acompanha o MicroTrio de Ivan Huol sabe que a nossa terça de carnaval atrai um monte de musicistas e o circuito se transforma numa "jam no asfalto". Em 2018 não foi diferente! Nossa jam session carnavalesca reuniu um time “categoria luxo” na Barra, com direito, inclusive, a gran finale inesperado, inusitado e inesquecível em Ondina!

Rowney Scott (sax) e Sérgio Albuquerque (guitarra baiana) tocara e trocaram sons no percurso. Foto Will Recarey.
A saída começou às 15h30 no Farol da Barra e logo cedo muitos artistas amigos começaram a aparecer: André Becker, Rowney Scott, Capitão Caverna, Tito Baiense, Aiace Felix e Ione Papas dividiram seu talento com Cinho Damatta, Sérgio Albuquerque, Ivan Bastos e Ivan Huol, criando ao vivo e à cores momentos musicais super inspirados ao longo do percurso. Referências múltiplas se somaram ao repertório de festa, colocando brilho nos olhos dos musicistas participantes. 

Tito Baiense assumiu o microfone em várias canções! Foto Will Recarey.
E eis que, ao chegar em Ondina, a grande surpresa do dia: ao se despedir do público e puxar uma sessão de samba, os músicos do MicroTrio começaram a tocar “Não deixe o Samba Morrer”, composição de Edson Conceição e Aloísio Silva que fez sucesso na voz de Alcione; nesse momento uma criança chegou perto de Ivan Huol e pediu para deixar uma moça cantar aquela música. Imediatamente o microfone foi oferecido a Cassia Guimarães (descobrimos seu nome depois), que levou nota dez em cadência, alegoria, afinação e desenvoltura!!! 

 

O fato é que ela estava trabalhando numa barraca no final do percurso e, depois de arrancar aplausos acalorados do público, quis voltar para o seu posto de serviço... Mas não conseguiu se desvencilhar do aglomerado que pedia um bis e engatou "Retalhos de Cetim", de Benito de Paula. Sucesso!!!

Cenas como essa fazem o carnaval do MicroTrio; um carnaval com um olhar para o lado, e não de baixo pra cima ou de cima pra baixo. Que o brilho da luz e do talento de Cássia ilumine o seu futuro (já tem gente querendo saber quem é ela!) e que nos alimente ao longo do ano!

Até já!

MicroTrio de Ivan Huol na Barra: uma terça-feira linda de sol e música! Foto Will Recarey.

A cineasta Sofia Federico registrou tudo para o vídeo que o MicroTrio divulgará em breve!

Cinho Damatta dentro co MicroTrio Censura Livre! Foto Will Recarey.

Ivan Huol era todo sorrisos com a presença dos musicistas. Foto Will Recarey.


Confira mais fotos da gente no Instagram: https://www.instagram.com/microtrio_de_ivan_huol/
Lembre-se de seguir a gente no Facebook: https://www.facebook.com/microtrio.carnaval/ 

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Nosso sábado de carnaval foi incrível!

Podemos começar pelo final e dizer: foi lindo nosso sábado de carnaval com o Bolinho de Estudante! O segundo ano de parceria da Huol Criações com a União de Estudantes da Bahia acrescentou ainda mais gente e animação ao cortejo à fantasia do MicroTrio de Ivan Huol e o resultado foi um desfile colorido, democrático e absolutamente dançante!

A saída do MicroTrio foi às 15h30 do Farol da Barra, rumo a Ondina! Foto Will Recarey.

O patrocínio foi do Governo do Estado da Bahia, através da Bahiagás, e envolveu entidades estudantis como a UEB, UNE, ABES e UBES. Mas como o desfile era aberto a todos, trouxe mais uma vez centenas de fãs do MicroTrio e do Bolinho para curtir nosso carnaval Sem Censura.

Durante o percurso, um grupo de estudantes organizado pela UEB fez um “adereçaço” junto ao público que acompanhou o MicroTrio, distribuindo diversos adereços (máscaras, tiaras, chapéus, colares, óculos etc.) que adicionaram o clima carnavalesco ao visual do nosso folião pipoca. A ideia era reforçar essa tradição do carnaval que durante muito tempo foi deixada em segundo plano por grande parte dos foliões baianos – e que volta com cada vez mais força no nosso carnaval.

Muita gente aceitou a provocação e chegou chegando na fantasia! Foto Will Recarey.
Outras atrações para o Bolinho de Estudante serão a presença das atrizes Márcia Andrade e Lindete Souza  maquiando o público durante todo o percurso e um grupo de artistas (comandados pelo dançarino Antônio Cozido) puxando coreografias na frente do MicroTrio.

O dançarino Antônio Cozido e a atriz Cristiane Pinho coordenaram as coreografias na frente do cortejo. Foto Will Recarey.
Todas essas ações foram criadas com o objetivo de fazer o coletivo brilhar como um corpo pulsante e livre, aumentando ainda mais a animação e consolidando a parceria MicroTrio/Bolinho de Estudante como uma das melhores opções do carnaval baiano para quem procura uma opção diferente das oferecidas pelos trios elétricos tradicionais. Uma opção também para todos que usam a festa como um verdadeiro ato social de valorização da democracia e da liberdade!

A equipe do Bolinho de Estudante fez uma festa linda com o MicroTrio de Ivan Huol. Foto Will Recarey.


Confira mais fotos da gente no Instagram: https://www.instagram.com/microtrio_de_ivan_huol/
Lembre-se de seguir a gente no Facebook: https://www.facebook.com/microtrio.carnaval/ 

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Confira a programação 2018 do MicroTrio de Ivan Huol

Acorda, que já é carnaval! Quer se jogar com a gente na pipoca de Salvador? Cole junto! MicoTrio é macro diversão pra você e carnaval sem cordas é ocupação artística das ruas!

MicroTrio na quinta-feira, dia 08/02, às 17h

A partir das 17h rola no Circuito Batatinha (Largo do Terreiro de Jesus) o grande Encontro dos Microtrios e Nanotrios. O MicroTrio de Ivan Huol, claro, estará presente, junto a mais dez atrações: Peixinho Elétrico com Banda Marana, Dom Quixote de La Conga, Tuk Tuk Sonoro com Sylvia Patrícia, Garampiola, Verlando Gomes e Rural Elétrica, e Maíra Lins no Boteco Elétrico; e os nanotrios Bicicletrio Toca Raul com Banda Arapuka, Nanotrio Pelô Bossa Reggae com Loos Candelas, Peu Meurray e o Coletivo Gente Gente Boa se Atrai, e o Rixô Elétrico. Dia perfeito para conferir a decoração de todo o Pelourinho, sempre beeeeeem legal! Patrocínio do Governo do Estado da Bahia, Secretaria de Cultura e Centro de Culturas Populares e Identitárias.

MicroTrio no sábado, dia 10/02, às 15h30

Pelo segundo ano consecutivo a Huol Criações faz parceria com a União de Estudantes da Bahia, UEB, e vira atração do Bolinho de Estudante, num grande cortejo à fantasia aberto a quem quiser participar! A saída será no Farol da Barra, no início do circuito (15h30). Venha fantasiado e participe do nosso “adereçaço”. E mais uma vez teremos maquiadoras e dançarinos puxando coreografias até Ondina. Quem esteve com a gente no ano sabe que é im-per-dí-vel! Patrocínio do Governo do Estado da Bahia, através da Bahiagás, numa parceria da Huol Criações com a União de Estudantes da Bahia, UEB.

MicroTrio na segunda, dia 12/02

O MicroTrio abraça a campanha Respeita as Mina e entra na tradicional Mudança do Garcia, faz protestos em forma de folia.O tradicional bloco (aberto a todos), que mistura protesto e irreverência com várias entidades para lotar as ruas do bairro Garcia em direção ao Circuito Campo Grande. A saída é do final de linha do Garcia e divulgaremos o horário assim que tudo for confirmado! Patrocínio do Governo do Estado da Bahia, através da Bahiagás;

MicroTrio na terça-feira, dia 13/02, às 15h30

A saída mais tradicional do MicroTrio invade novamente o Circuito Dodô para realizar nossa querida “Jam no Asfalto”, quando músicos de vários gêneros se encontram para uma jam session carnavalesca durante o circuito Barra-Ondina. A saída será às 15h30 do Farol da Barra, sem cansaço! Hoje é dia de foto coletiva, sentada no asfalto...!!! Patrocínio do Governo do Estado da Bahia, Secretaria de Cultura e Centro de Culturas Populares e Identitárias.






Vem no amor e lembre-se: São pequenas-grandes explosões de criatividade – como o MicroTrio – que fazem o carnaval da Bahia ser o que é!

Não se esqueça de seguir a gente no Instagram: https://www.instagram.com/microtrio_de_ivan_huol/
Lembre-se de seguir a gente no Facebook: https://www.facebook.com/microtrio.carnaval/ 

 

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Nota de Repúdio do MicroTrio de Ivan Huol

Depois do ocorrido no último final de semana, quando a secretária Olivia Santana (titular da Secretaria Estadual de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte) sofreu ações de racismo e preconceito ideológico, a equipe envolvida da produção e organização do MicroTrio de Ivan Huol vem a público solidarizar-se com Santana, repudiando toda e qualquer forma de discriminação contra mulheres negras.

Os membros da HUOL Criações, produtora responsável pelo MicroTrio de Ivan Huol, acompanha de perto a atuação da secretária Olivia Santana no trabalho desenvolvido contra o racismo, a discriminação e a violência contra as mulheres baianas, e sabe o quão grave é silenciar diante de ações como a relatada (e filmada) no último dia 3 de fevereiro, durante o evento "Folia do Batom" (entre aqui para saber mais sobre o caso ou assista ao vídeo abaixo).



Assim, em sua primeira participação no carnaval de Salvador, durante o percurso do Furdunço, o músico e produtor Ivan Huol fez em dois momentos do percurso um desagravo do MicroTrio ao ocorrido, tocando em seguida o reggae “Lute”, grande sucesso do baiano Edson Gomes. A música, que sempre fez parte do repertório do grupo, foi cantada em coro pelo público que acompanhava o MicroTrio, que em 2018 sai às ruas de Salvador com o tema “Censura Livre”, cantando aos quatro cantos que é proibido proibir!


Aqui, a letra de "Lute", uma homenagem/poesia artística, de solidariedade, que mais uma vez encaminhamos para Olívia Santana e para o mundo:

Lute


Vamos amigo, lute!
Vamos amigo, lute!
Vamos amigo, lute! Uoou!
Vamos amigo, ajude!
Senão
A gente acaba perdendo o que já conquistou...

Vamos amigo, lute!
Vamos amigo, lute!
Vamos amigo, lute!
Vamos amigo, ajude!
Senão
A gente acaba perdendo o que já conquistou...

Vamos levante e lute!
Vamos levante e ajude!
Vamos levante e grite!
Vamos levante agora!

Que a vida não parou
A vida não pára aqui
A luta não acabou
E nem acabará
Só quando a liberdade raiar... yeah
Só quando a liberdade raiar...

Liberdade!
Liberdade!
Teu povo clama.. Li Li... Dona Li Li...

Liberdade!
Liberdade!
Teu povo clama.. Li Li... Dona Li Li... Ou!

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Censura Livre é o tema do MicroTrio 2018


Quando a censura é livre, não existem restrições; nem de idade, nem de criatividade para se expressar através da música e de encontros transformadores. O MicroTrio de Ivan Huol quer cantar a plenos pulmões “É proibido proibir”, e sai às ruas de Salvador no Carnaval 2018 com o tema Censura Livre, em cinco dias de festa onde o folião encontra na pipoca do primeiro microtrio da folia baiana um espaço livre para reforçar a ideia de que a diversidade estética/sonora/intelectual/comportamental da rua é a verdadeira essência da folia baiana.



A cenografia do MicroTrio de Ivan Huol em 2018 é mais uma vez assinada pelo o artista plástico, designer e cenógrafo Ray Vianna, que traz peças clássicas e modernas de artistas como Michelangelo, Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, Botero, Picasso e Caribé, juntas e misturadas, para fantasiar nosso carro e brincar com a ideia de que a Arte sempre foi – e sempre será – livre. O carnaval Cesura Livre do MicroTrio de Ivan Huol é afeito a pessoas; agrega todas as tribos e não tem preconceito de gêneros, religiões ou idades. O tema Censura Livre reforça, portanto, uma característica que vem solidificando a paixão do folião pelo carnaval do MicroTrio; a de fugir de rótulos e, assim, transformar as ruas no palco principal de quem está disposto a vestir a fantasia e tirar as “máscaras”, revelando a verdadeira face do carnaval: a liberdade!

Siga-nos do Facebook e no Instagram!